Tem mais rock da Bahia, sim!!

Formada em meados de 2009, Maglore entra facilmente na seleta lista das maravilhosas bandas de rock nacional, e chega a soar quase-como-Los Hermanos, se não fosse o fato de a banda ser da Baêa [isso mesmo, a banda é soteropolitana – e há quem pense, atualmente, que somente a Pitty veio de lá] e de ter em suas notas, o dendê!

Lançado em 2011, o primeiro álbum da banda, Verozfoi disponibilizado no site da banda(gratuitamente) e também teve sua versão física nas lojas, valorizando o acabamento estético do mesmo. Logo, notava-se que se tratava de mais uma dessas bandas que nos inspiram a viver cada segundo como se fosse o último, músicas com uma temática livre e popular! Sentia-se a sinceridade no trabalho.

 

Vamos Pra Rua veio em 2013, e contou com as participações de Carlinhos Brown (Quero Agorá) e Wado (Nunca Mais Vou Trabalhar). Vale a pena conferir depois pra ver no que deu isso!

 

E agora, aqui estamos,meses após o lançamento do mais novo álbum da banda, III.

 

Atualmente com três integrantes, a banda assume nova identidade, mais simplicidade em suas letras, mas sem deixar de nos fazer cantarolar pelos quatro cantos da casa, da praia, da rua, na vida, pra vida!

Ai ai, não vem correndo, nunca perca o passo, não tenha pressa de viver um verdadeiro amor, ai ai, meu bem, eu sei… – canta o Teago Oliveira em nossos ouvidos.

Uma curiosidade: as onze faixas do disco foram gravadas ao vivo em fita de rolo, no Rio de Janeiro.

Sente-se uma leve textura que remete aos anos 70, a banda faz refletir sobre temas que tocam o fundo da alma, por falar a verdade de forma branda, inspirando a viver mais!

A gente vai seguindo em frente, a gente ri de si pra não chorar. (Dança Diferente)

E seu mais recente single nos dá uma amostra dessa leveza inspirada por eles. Tá na praia, tá delícia, tá gostoso! Paz e amor!

Com vocês… Maglore!