Harlaw, a escocesa que quer seguir os seus próprios passos

Adoro quando gente nova e talentosa aparece assim do nada e cai na nossa frente como uma nova esperança para aqueles sons que já cansaram a nossa mente. E foi isso o que aconteceu quando ouvi a Harlaw pela primeira vez.

Harlaw é uma cantora e compositora escocesa que flerta com a melancolia mas poderosa música que vem de suas noites solitárias em quartos de hotéis e lembranças de sua infância, de acordo com seu próprio material de divulgação. Suas influências vão de London Grammar até Florence + the Machine.

Wolf Eyes é o seu single de estreia, será lançado oficialmente em 16 de outubro e teve no seu time de produtores Jolyon Thomas, que co-produziu o álbum de estreia da banda Daughter e está trabalhando com o U2.

O single tem uma ótima gradução sonora e tem um clima depressivo que combina com a sonoridade do outono (estação que a música será lançada no hemisfério norte). Não chega a ser Pop, mas também é difícil falar que é indie. Seria uma mistura, mas a cantora mostra mesmo que quer encontrar sua própria identidade nas sua composição e interpretação.

Por ser a primeira e única música lançada o single pode indicar um caminho frutífero para a cantora, pois me deixou curioso para ver o que será apresentado no seu primeiro EP.

Na verdade até existe uma outra faixa circulando, mas trata-se de um remix, mas também nos deixa curiosos para ver como será a versão estúdio da canção People Help the People.

O EP Winter Stories está sendo gravado e deve ser lançado ainda este ano. Nomes como o de Tim Bran (The Verve, London Grammar, Rhodes e La Roux) e Jacques Jenkins fazem parte do time de colaboradores do seu primeiro trabalho que tem o papel de apresentar a cantora ao mundo.

A julgar pelo single de estreia, pelo remix e pelos nomes envolvidos no seu trabalho vale a pena ficar de olho e torcer.

Tagged with: