Shelter Point, o duo inglês cheio de experimentações

Shelter Point é o nosso destaque desta vez na nossa seção Introducing. E talvez eles sejam os mais anônimos apresentados aqui desde que o nosso site entrou no ar.

O duo formado por Robin Hearn e Liam Arnold. O primeiro produtor e instrumentista e o segundo assume também o papel de vocal, além também de ser produtor e instrumentista. O primeiro EP dos caras foi lançado em 2012 com o nome de Forever For Now e o primeiro single foi a faixa Braille, lançada em setembro daquele ano.

A dupla se conheceu em Coventry, cidade ao norte da Inglaterra, quando ainda tinham entre 14 e 15 anos. Ambos já faziam música, mas somente aos 17 começaram a trabalhar juntos, muito mais por um experimento do que conscientes disso. Eles queriam apenas ver como a música dos dois se comportava junto. Foram juntos a um show do James Blake e aí perceberam que deviam encarar a música de forma profissional e seguir com isso.

Mudaram para Nottingham e foi lá que começaram a escrever o primeiro EP, enquanto estudavam Music Technology, na universidade.  O EP de estreia traz canções que misturam uma capacidade única de trazer um som experimental com fortes melodias e com texturas que te fazem viajar enquanto ouve. A voz do Liam já recebeu comparações com a do James Blake, um dos nomes que influenciam o som do duo, junto com Bon Iver, Flying Birds e Burial.

A dupla já produziu remixes oficiais para Laura Dogget e para a MØ. 

Através do selo Space + Time, associado à Sony/RCA, lançaram no inicio deste ano o EP Wildest Dreamers e o carro chefe é Fossil.

O EP pode ser baixado gratuitamente no site do Shelter Point e ouvido, via streaming, gratuitamente no Soundcloud:

Alguns especulam que o nome deles pode aparecer na lista da BBC, no final do ano, como um possível destaque no ano de 2016. É aguardar para ver!

Tagged with: