9 Melhores vídeos de 2015 (ATÉ AGORA)

2015 está sendo um ano bem movimentado, inúmeros lançamentos de álbuns, EPs, singles e videoclipes. E é sobre vídeo clipes que falaremos agora.

Separamos hoje uma listinha com nove melhores vídeos de 2015, obviamente até esse fim de setembro. Já falamos aqui sobre álbuns que ainda estão para serem lançados esse ano, com vídeo clipes é a mesma coisa!

9 – Taylor Swift – Bad Blood

Em maio, Taylor Swift lançou o vídeo para seu, na época, novo single. O vídeo em questão era Bad Blood ,dirigido por Joseph Kahn, que posteriormente viria render o VMA de Vídeo do ano à Taylor. Com participações de toda sua trupe de amiguinhas, o vídeo contava sobre uma de briga entre mulheres, com cenas de ação e lutas bem executadas.

8 – FKA Twigs – Pendulum

Dirigido pela própria Twigs, chegava bem no comecinho do ano o vídeo de Pendulum, música presente em seu elogiado álbum LP1. Sexy e conceitual, o vídeo mostra a cantora pendurada por cordas e suas tranças e amarrada. Simples, mas muito bem executado e produzido.

7 – Sia – Elastic Heart

Um vídeo, uma obra de arte basicamente. Sia (que dirigiu o vídeo ao lado de Daniel Askill) nos apresentou ainda no início do ano, um vídeo repleto de metáforas que poderiam render todo tipo de interpretação (incluindo de pedofilia como alguns acusaram na época). Shia LaBeouf e a pequena, mas gigante Maddie Ziegler, entregaram uma interpretação magnífica da música.

6 – Florence and The Machine – What Kind Of Man

Mais um mega clipe da banda Florence and The Machine. Florence Welch nos apresenta seus traumas e decepções com sua vida amorosa. Um vídeo, quase uma obra da sétima arte, com uma fotografia e interpretações excelentes.

5 – Troye Sivan – Wild

Troye idealizou uma história que será contada através de três vídeo clipes e intitulou essa trilogia de Blue Neighbourhood. O primeiro vídeo dessa série foi Wild, que conta o início de seu romance, na história, com um amigo de infância e que teria tudo para terminar de forma trágica.

4 – Björk – Stonemilker

Björk então resolveu fazer de seu até então novo vídeo, um dos primeiros vídeo clipes musicais a adotar a qualidade de vídeo 4K (disponível em pouquíssimos monitores e tvs ainda). Como se não bastasse isso adotou uma interatividade interessante, sendo o primeiro vídeo em 360º, você pode controlar o foco da câmera durante todo os mais de 6 minutos de interação através de um botão no canto superior esquerdo da tela.

3 – Azealia Banks – Wallace

Em março, Azealia Banks lançou um vídeo bem diferente com uma proposta inovadora: Você, o espectador participa e controla o movimentos da cantora no vídeo. Em sua versão no site (funciona apenas no Chrome) você utilizando sua web cam controla por meio de seus movimentos da cabeça, os movimentos da cantora no vídeo e interage de forma psicodélica do cenário do vídeo. Toda essa interação e realização do vídeo se deu através de uma parceria entre o produtor (COLLINS), os diretores (Nick Ace e Rob Soucy), a Google e a rapper.

2 – Madonna – Ghosttown

Cenografia, figurino, fotografia, interpretação, maquiagem de excelentes qualidades. Características de um filme bem produzido, mas “é só” um espetacular vídeo de Madonna, dirigido por Jonas Akerlund. Em um cenário pós apocalíptico, Madonna (mais linda que nunca), tem um único objetivo: se encontrar com seu grande amor (no vídeo interpretado pelo ator Terrence Howard de Empire).

1 – Rihanna – Bitch Better Have My Money

Se será o melhor vídeo do ano ainda não temos plena certeza (mesmo ele figurando aqui nessa lista), mas ficará entre os melhores vídeos do ano de praticamente todas as listas do tipo em todos os sites do gênero. Rihanna se dedicou e nos apresentou um vídeo forte, agressivo e muito bem executado, vemos uma Rihanna vingativa e violenta. Com direção primorosa da própria Rihanna e MegaForce.