10 Álbuns fazendo 10 anos em 2015 [Parte 2]

Segunda parte daquela matéria mega nostálgica…

Iniciamos aqui, uma retrospectiva com uma lista de álbuns que estão completando 10 anos em 2015. Falamos do clássico Confessions On A Dancefloor da Madonna, do The Emancipation Of Mimi da Mariah Carey e alguns outros.

Como prometido, falaremos de mais 10 álbuns completando 10 anos em 2015 e nos lembrar que o tempo passa mesmo!

system of a Down – mesmerize/hypnotize

Mezmerize-LP

No primeiro semestre de 2005, mais precisamente em maio, chegava às lojas de todo o mundo o ponta pé inicial do novo projeto da banda de Metal Aternative System of A Down.

O projeto, bem audacioso, consistia em dois álbuns, sendo assim, primeiramente era lançado Mesmerize, com os clássicos B.Y.O.B.(que lhes rendeu o Grammy na categoria Best Hard Rock Performance) e Question!

500-System_of_a_Down-Hypnotize

No fim do mesmo ano, em novembro, era lançado a segunda e última parte: Hypnotize, menos popular que o primeiro, porém com uma das canções mais queridas pelo público da banda: Lonely Day.

A título de curiosidade: Desde então a banda não lança trabalho algum. São 10 anos sem lançar um novo álbum (tiveram um hiato entre 2006 e 2010) e continuaram em turnê, lotando shows ao redor do mundo!

foo fighters – In your honor

Ainda entre os clássicos do rock, encontra-se um outro: In Your Honor.

Foo_Fighters_-_In_Your_Honor

Em 2005 era lançado o álbum In Your Hornor, quinto álbum de estúdio da banda (com o vocalista mais legal da história, Dave Grohl) Foo Fighters. Álbum duplo, que em sua primeira parte nos apresentava músicas novas e em seu estilo clássico da banda e na segunda parte com músicas acústicas.

coldplay – X&Y

album_1127619197

Os ingleses do Coldplay escolheram o ano de 2005 para lançar seu terceiro trabalho.

Nascia então o X&Y, álbum esse que se tornou um dos maiores sucessos da banda, se tornando um dos álbuns mais vendidos de 2005, acumulando aproximadamente 13 milhões de cópias mundialmente.

Seguindo todo um conceito baseado em formas primitivas de comunicação como o código Baudot.

Gorillaz – Demon Days

gorillaz_demon_cd_cover_bigDepois do aclamado primeiro álbum, chegava a hora de lançar um segundo trabalho, igualmente bom ou superior e então a banda de que mistura rock, pop, música eletrônica e música alternativa, Gorillaz lançava o Demon Days.

Para alguns o trabalho foi decepcionante, porém o trabalho cravou o nome da banda no cenário musical e ainda rendeu o maior hits dos caras: Feel So Good Inc.

A música por sinal rendeu-lhes o Grammy de Melhor Colaboração Pop Com Vocais.

Charlie Brown Jr. – imunidade musical

Outro clássico do rock, dessa vez nacional.E9OsHjx

A banda Charlie Brown Jr. estava em seu ápice e lançava então em 2005 o Imunidade Musical. O trabalho em sua versão final contava com vinte e três faixas (incrível, não?) e em sua maioria escrita pelo vocalista Chorão.

Faixas como Ela Vai Voltar(Todos os defeitos de uma mulher perfeita) e Lutar pelo que é meu, toca até hoje nas rádios do país.

Hilary Duff – Most wanted

51ZZHTTGYJLMudando da água pro vinho, falaremos agora de música pop.

Em 2005 também era lançado outro queridinho do gênero: Most Wanted da Hilary Duff. Álbum que serve de primeira coletânea da cantora. Continha em sua tracklist ainda três músicas inéditas: Wake Up, Beat Of My Heart e Break My Heart.

kanye west – late registration

Kanye West chegava em 2005 com seu segundo trabalho da carreira: Late Registration.

late-registrationÁlbum vencedor de um Grammy na categoria Melhor Álbum Rap, estreou no topo do chart da Billboard, o Billboard 200, vendendo mais de 800 000 cópias em uma semana.

O álbum também contava com dezessete canções, todas compostas pelo Kanye, e tinha participações de nomes como Jay Z e Adam Levine.

jennifer lopez – rebirth

Ano também escolhido por Jennifer Lopez para lançar um novo trabalho.

688ec8f6-5160-4097-930c-4458addc01ddEra lançado então o Rebirth, com os hits Get Right e Hold You Down. Quarto álbum de estúdio de J.Lo, não agradou muito a crítica, recebeu muitas críticas regulares ou ruins e muito menos o público, o álbum teve vendas muito abaixo do esperado.

Mas quem nunca tentou repetir a coreografia de Get Right em casa?

Destiny’s child – #1’s

Depois do bem sucedido Destiny Fulfilled de 2004, uma das maiores girlbands, formada por Beyoncé, Kelly Rowland e Michelle Williams anunciava o fim de suas atividades em conjunto.Destiny's_Child_–_Number_1's

Portanto, nascia assim a coletânea #1’s, contando com as inéditas Stand Up For Love, Feel The Same Way I Do e Check On It (essa cantada apenas por Beyoncé).

O trabalho estreou em primeiro lugar nas vendas nos EUA e como dito, tinha o objetivo de criar uma despedida entre o grupo e sua legião de fãs.