Single: Adele – Hello

“Hello. It’s me. I was wondering if after all these years you’d like to meet” (Oi. Sou eu. Estava pensando se após esses anos você gostaria de me encontrar). Querida Adele, que introdução é essa! Meu Deus! Após 3 anos sem lançar material novo, essas frases foram as primeiras que tomamos conhecimento como sendo o primeiro single do futuro álbum da britânica ganhadora de Grammys e Brit Awards. É quase um alerta aos fãs para se sentirem um pouco aliviados pois sua ausência acabou 🙂 .

Hello nos relembra aquele mesmo sujeito do 21, só que agora Adele quer reencontrá-lo para “colocar os pingos nos is”. A dor de cotovelo ainda existe, claro, mas é hora de seguir em frente. Refrão crescente e poderoso, mas não exagerado, te faz querer ouvi-lo repetidamente. Piano é bem notável, mas o principal instrumento aqui é bem evidente: a voz de Adele. Nervosa, porém determinada, ela brava “Hello from the outside. At least I can say that I’ve tried to tell you I’m sorry for breaking your heart” (Olá do outro lado. Pelo menos posso dizer que tentei dizer que sinto muito por quebrar seu coração).

Expor seus sentimentos assim, como numa bandeja num banquete, é a especialidade de Adele. E claro, para saciar a nossa fome. Prato do dia: depressão e saudosismo com molho de superação. Porém, a própria Adele já disse em entrevista que a música não é somente sobre relacionamentos amorosos, mas sobre estar distante de todos na sua vida, pois seguimos caminhos diferentes. 99% das pessoas que escutam as músicas de Adele conseguem aplicar as letras às suas próprias vidas e com Hello não é diferente. Essa é a grande jogada da inglesa!

Hello te faz deitar em posição fetal com olhar evasivo (e talvez até soltar uma lagriminha) enquanto percebe que  superar uma relação partida é se reconciliar consigo mesmo. E esse sentimento é mais tendente a ser do lado da tristeza do que da alegria, porém é maravilhoso.

Veredicto: 85/100