Djavan cantando vidas!

Um dia frio sempre vai pedir ele, Djavan, e numa suntuosa obra prima, ele acaba de nos apresentar seu mais novo disco, Vidas Pra Contar.

Sem perder sua essência, o cantor mostra que se aprimora a cada álbum lançado – e já somam 27, entre os de estúdio e ao vivo – mas engana-se quem acredita que nesse trabalho ele optou por novos experimentos ou invenções, o cantor usa e abusa do que te fez ficar assim, primoroso. Estamos  falando de MPB em sua pura essência. Coisa de macaco velho!

DJAVAN-3-crédito-Christian-Gaul

Sobre as letras, continuam iguais. É pra quem ama, pra quem vive esse amor, pra quem quer viver o tal do amor.

“O amor chega a ser um pecado de tão bom.” – canta ele na faixa Aridez

E em Não É Um Bolero, ele traz a MPB sofisticada, coisa que ele sabe fazer muito bem. Ao escutar essa, dá vontade de ter sido a inspiração pra mesma.

 

 

Querem ouvir o álbum? Trouxemos pra vocês: