Músicas Injustiçadas

A vida é injusta.
Mas o mercado fonográfico é mais injusto ainda!

Quantas vezes não vemos no decorrer dos meses aquela preparação toda para um grande lançamento e bem, nada dá certo? Inúmeras não é mesmo?

Muitos são os nomes cantando, gravando coisas novas e colocando-as à venda. Talvez os consumidores não estejam tão empolgados assim para comprar tantas músicas ou álbuns, impossível ter certeza.

E não adianta nesses casos pensarmos que as vendas não são tão importantes, mas no fundo sabemos que elas são sim. Afinal, é disso que os músicos vivem: vendas de seus álbuns ou singles e seus shows – não precisamos incluir aí a renda obtida com propagandas e outros meios, porque nem todos tem contratos assim.

São músicas realmente muito boas mas que passam despercebidas pelo público. Seria talvez uma injustiça dos “consumidores” para com músicas de boa qualidade? Muito provavelmente. Mas por outro lado é algo que se repetirá para sempre e não há nada que possamos fazer, afinal o sucesso de fato, parece cada vez mais um lance de sorte do que resultado de um verdadeiro talento, porém isso também não quer dizer que quem tem talento não atinge o ponto máximo do sucesso (Adele está aí para provar).

É situação que nos remete a inúmeras conclusões. Mas  também sempre rende aquelas músicas que são injustiçadas…

spotify:user:evandromelo:playlist:6ObQVUHpFosnlGTRB6uCDs