Um pouco de mordomia com… Mordomo!

Vamos misturar trompete, vibrafone, sintetizadores, violão de nylon, piano elétrico, guitarra, baixo de bateria? Tá pouco? Acrescentemos MPB, jazz, poesia, amor, Minas Gerais, Bernardo Dias e Fernando Persiano! Sabe no que dá?

MORDOMO

Os mineiros  já tinham dado as caras  em outro projeto chamado Vitrolas. E se vocês curtem um som que explora os sentimentos de forma cautelosa, vai fazer o favor de clicar aqui:

Agora eles estão com um projeto novo, e acabaram de lançar o álbum Mordomo, apresentando uma nova roupagem e com a proposta de nos inspirar a fazer uma viagem interior. Eles reconhecem que fazem um trabalho bom, mas que há muita gente boa no mercado. Logo, apostam no sentir, é preciso sentir pra viver a música, e isso eles conseguem fazer.

“As letras trazem uma ideia de autoconhecimento, ou pelo menos de uma busca por ele. É como se eu estivesse numa sessão de terapia, na qual fantasias, loucuras, nostalgias e escolhas fossem trazidas à tona, normalmente a partir de uma ótica lúdica, com toques de humor e ironia.” – diz Fernando Persiano

21831994159_165cd7110d_k

E você, que curte uma novidade, tem que correr pra escutar esse álbum. Quer uma dica? Chegue em casa, depois de um dia de trabalho, coloquem o disco pra tocar e sigam a seguinte ordem: tire as roupas, tomem um banho, façam um café,  sente no sofá, coma uns biscoitos com o café que fez, e viaje…

O disco você pode baixar no próprio site do Mordomo, aqui.

E mais:

Os meninos participarão de um evento muito bacana amanhã (25/11), em Belo Horizonte. Vocês poderão conferir o som da banda ao vivo, e a entrada? 4 litros de água mineral!!! Querem saber porque? acessem aqui.