Pura Inspiração: Casal viaja o mundo atrás da batida perfeita

Quando eu resolvi criar esse site, o Música Inspira, havia dentro de mim algo muito forte sobre o que a música é capaz de fazer com a gente. A brincadeira com o nome Música Ins(Pira) vem justamente do que ela consegue fazer. Ela inspira mas também faz a gente pirar. É um mix de emoções e sentimentos que são provocados muitas vezes de maneira completamente inconsciente.

Eis que, de repente, fui apresentado ao projeto Le Tour Du Monde, dos fofos Lucas Mayer e Iris Fuzaro. Eles formam um casal há dois anos e ambos têm grande ligação com o mundo da música. Lucas é dono da produtora DaHouse Audio, do selo de licenciamento DaFne Music e Diretor Musical do Sofar Sounds Brasil. Iris já trabalhou em projetos de plataforma de música para grandes clientes como Axe e Budweiser e desenvolvendo projetos especiais para o Vevo Brasil.

Vamos deixar eles explicarem o que é o projeto:

 

 

O projeto surgiu a partir de uma música composta por Lucas para Iris, numa viagem que ele fez sozinho até o Havaí. A música chama Only, composta na beira do mar deixando a inspiração tomar conta diante de um cenário deslumbrante.

Como o Lucas e Iris contaram aí no vídeo a proposta é viajar o mundo e para cada cidade visitada, uma nova canção composta e gravada com todas as adversidades e peculiaridades de cada lugar. Eu já vi todos os episódios que foram ao ar, até agora, e posso dizer que o resultado tá sendo incrível. Já tenho a minha música favorita!

Last days in Indonesia #letourdumonde #ltdm #aroundtheworldalbum #uluwatu #bali #triprebel #KeepRebelling #IWantToBeInvaded

A post shared by LeTourDuMonde (@letourdumondemusic) on

Nos vídeos postados pelo casal, quinzenalmente, a gente pode acompanhar todo o processo de criação, composição e da gravação das faixas que sempre contam com elementos presentes no cotidiano daquele lugar visitado. Um dos pontos altos é a integração com músicos locais e como esse intercâmbio resulta em algo muito especial.

Ao final da jornada, serão dez países e onze cidades visitadas e um disco novinho em folha de uma experiência que deve ter sim uma continuidade, em breve, como a gente adianta na entrevista que fizemos com o casal ainda durante a viagem!

  • MI: A ideia da websérie/documentário/álbum surgiu a partir da música que o Lucas gravou para a Iris quando ele estava numa viagem sozinho no Havaí. Iris você já compôs algo especialmente para ele? srsrsrs A gente já começa querendo intriga entre o casal hahahahaha
    • Olha, se não tivesse, estaria compondo agora antes do Lucas ver essa entrevista hahaha. Mas sim, a música Leather Jacket, gravada em Berlim, é minha para o Lucas! Mas como ele é produtor musical, tinha que mexer em alguma coisa e acrescentou a parte em português que seria dele para mim. Então, digamos que compus 75% de uma música para ele, já vale, não?

 

 

  • MI: Como foi definido o roteiro da viagem? Li que os lugares escolhidos foram “eleitos” por serem locais inéditos para vocês, mas ficou engraçado ver que apenas uma das cidades fica no Hemisfério Sul, Bali, na Indonésia. Já tô dando a dica para uma segunda temporada! haha!
    • Bom, o roteiro da viagem foi definido levando em consideração alguns critérios, sendo eles:
      • 1. Lugares queríamos muito conhecer, o que gerou uma lista imensa;
      • 2. Lugares culturalmente e musicalmente interessantes – e para isso levamos em consideração vários pontos, como cultura, história, cena artística e musical, clima, rota…;
      • 3. Lugares que nunca visitamos antes, para que todas as percepções sejam novas, tudo ser uma descoberta nossa e;
      • 4. que até então não tínhamos falado para ninguém – deixar alguns lugares bem legais de fora para quem sabe no futuro, darmos continuidade ao projeto. Mas você acabou de estragar a surpresa hahahha

 

  • MI: Das cidades que já visitaram até agora, qual era a que vocês mais tinham expectativa de conhecer e por que? Alcançaram a expectativa? 
    • Berlim! Por sua história, pela sua cena cultural e artística, por ser um polo de tendências e também por nenhum amigo ou conhecido falar mal da cidade. Hahaha …. E a expectativa foi mais do que alcançada, tanto que o episódio de Berlim continua sendo nosso favorito. É uma cidade que respira arte e música e isso fez o projeto fluir de uma maneira incrível.

 

 

  • MI: A Música Inspira. E como ela tem inspirado vocês no dia dia?  Sem pensar nos “produtos” que vocês estão produzindo. 
    • A música é nosso combustível, vivemos ela e com ela o tempo todo. É a nossa força motora para trabalhar, para sair, para passar horas conversando, para todas as coisas que fazemos. Para o Lucas música é tudo mesmo, ouço ele fazendo música de sons do ambiente, de portas e panelas. Mesmo que não pareça musical, ele tira algo para caber em uma música. Na música de Amsterdam ele usa sons de bicicletas como instrumentos musicais para dar vazão a nossa composição. Dessa forma, a música não só nos inspira a realizar coisas mas como também as coisas nos inspiram para realizarmos música.

 

 

  • MI: Além da música, o que inspira vocês? 
    • O que nos inspira é o que nos faz tropeçar. É aquele momento que quando estávamos seguindo nosso caminho e algo nos para e nós faz pensar. Pode ser uma frase em uma mesa de bar, uma frase de um filme, uma sobremesa, um cenário…

 

  • MI: O processo criativo de composição de uma letra e um arranjo, muitas vezes, pode demorar muito tempo e vocês estão forçando a imaginação em curtos períodos de tempo. Muita gente defende que a criatividade não pode ser estimulada desse jeito. Como tem sido criar tão rapidamente?
    • A maior dificuldade não é a parte criativa, mas sim a produção. Saímos de casa com o propósito de sermos inspirados a compor músicas e por cada lugar que passamos estamos abertos a todas influências que aquele local possa no oferecer. São tantas novidades somadas a nossas percepções abertas que a inspiração para compor surge naturalmente. A grande dificuldade é a produção disso em um período tão curto.

 

  • MI: Assistindo aos vídeos que vocês tem disponibilizado dá a impressão que tudo tem sido bastante fácil durante a viagem. Quais os desafios que tem enfrentado? 
    • Tudo fácil? Esse é o poder da edição 😉 …. Os desafios são vários, desde os que qualquer viajante está sujeito a enfrentar (por exemplo, em Tóquio, ficamos 2 horas rodando uma quadra com todas nossas malas tentando descobrir o apartamento que tínhamos alugado) até os mais específicos do projeto, esses sim os maiores.
    • Já perdemos a conta das noites que passamos acordados trabalhando, entrevistas e cenas que tivemos que interromper por alguém dizer que era proibido filmar, perrengue com o acesso a internet para enviar vídeos, dias de filmagens que chove, expectativas de encontrar um músico ou instrumento, e aquelas boas e velhas brigas de casais.
    • O grande desafio é que tirando a edição da websérie, todo o resto é feito por nós dois. Sempre chegamos no país sem ter a mínima noção por onde começar e saímos com a câmera na mochila atrás de música e inspiração. Vamos batendo cabeça e tropeçando até encontrá-las.

 

 

  • MI: Qual o denominador que vocês defendem nas composições de vocês? Qual a mensagem que a música do “Le Tour Du Monde” quer transmitir? 
    • As composições do LTDM são sempre minhas para o Lucas ou do Lucas para mim. Ou de coisas que vivemos juntos. Na hora de produzir e compor a melodia, nós nos abrimos ao novo e a influências do lugar que nos rodeia, mas na hora de compor a letra da música, nos voltamos a nós mesmos.
    • As letras das nossas músicas são celebrações do que vivemos juntos, do que sentimos, do que gostamos. Sem ser piegas, é baseado em amor. A mensagem que deixamos é clara para nós, mas como poesia pode ser interpretada da forma que quiser por quem ouvir.

 

O casal lançou hoje o novo vídeo da viagem e a nova música! Agora eles mostram o que aprontaram e criaram lá em Atenas, na Grécia, mas antes disso compartilharam com a gente as músicas que estão embalando a viagem deles.. mas tentaram vender o peixe, claro: “Pode ser as 5 músicas que lançamos? Hahahah“.

  • Naked Girls and Aeroplanes – All about
  • Versos que compomos na estrada – Cama com linho e sol
  • Alagoas – Brighton
  • Alice Phoebe Lou – Fiery Heart, Fiery Mind
  • Andrew Bird – A nervous tic motion of the head to the left

 

 

Como falamos aí em cima o novo episódio saiu hoje, junto com a canção Iris, composta por Lucas para sua amada! O nome da música, além de ser o nome dela também é um nome originalmente grego que significa ‘mensageira dos Deuses’.

O novo episódio conta com a participação de Thiago Guerra, o baterista do Fresno, além do músico George Kountras e do dançarino Giorgos Koulitzakis.

Por lá, encontraram imigrantes ilegais, o hotel não fornecia internet, mas tiveram uma ótima surpresa quando foram para um novo lugar se hospedar. Chega de enrolação e confere aí a produção e a novíssima música do casal:

 

Vale a pena ficar de olho nos próximos passos, pois inspiração não falta!

Facebook: https://www.facebook.com/letourdumondemusic?fref=ts

Instagram: https://instagram.com/letourdumondemusic/

Tagged with: