O R&B de Alta Classe de Ellison Kendrick

Ellison Kendrick é uma grata surpresa que surge no cenário R&B americano. Natural de Miami o cantor iniciou sua carreira como backing vocal de uma das maiores vozes atuais: Joss Stone.

Algum tempo de parceria, rendeu-lhe experiência para fazer música, sendo assim, deixou a banda e decidiu se dedicar a uma carreira musical. Lançou no início do mês o single Black Suit.

Ellison então nos apresenta uma performance de alta classe. Sua identidade, sua marca ainda não aparece desde já. Mas é uma questão de trabalho, de empenho.

O single inclusive debutou essa semana em #11 no Hot 100 Single Sales essa semana! Incrível, não?

Por email, conseguimos uma pequena entrevista com o estreante na música e entendemos de melhor forma seu trabalho.

MI – Primeiro de tudo, aquela pergunta bem clichê que nós brasileiros sempre fazemos: Quais são suas lembranças favoritas do Brasil?

Eu amo muito o Brasil, eles são mais dedicados, consistentes e leais. Quando eles te amam, eles sempre irão amar você e sua música.
Minha memória favorita do Brasil foi a primeira vez que fui ao Rio de Janeiro com Joss Stone em sua turnê pelo Brasil e o hotel foi em frente à praia, via entre as ruas belas praias e também olhar para a parte de trás do hotel e ver uma montanha bem atrás.

MI: Você ouviu algo de algum brasileiro?

Eu não me lembro de qualquer som ou música que tenha ouvido de brasileiros

MI: E o que mais te fascinou no Brasil?

O que me fascinou mais foi a estátua do Cristo Redentor, no Rio … Eu sempre vi isso na TV e filmes, mas em pessoa dá uma sensação completamente incrível.

image1

MI: E qual o seu envolvimento com a criação e produção de sua música ou álbum?

Eu recebo uma lista de faixas e músicas para escolher que são as canções que eu posso escrever ou e que são escritos por mim. Assim, eu co escrevi uma canção que é o primeiro single “Black Suit” e estou esperando para escrever mais.

Eu acho que é importante para um artista escrever sua própria história ou ponto de vista. Especialmente se alguém pode escrever. A produção vem principalmente a partir da empresa de produção com a qual eu assinei, que também é minha gravadora. Juntos, também com meu empresário, selecionamos as músicas para o álbum. Um esforço em equipe.

MI: Eu tive o prazer de vê-lo em um show da Joss Stone e em números outros vídeos de performances dela e via como você se envolvia com o palco, o público e especialmente a cantora. Você já é incrível no palco. Toda essa experiência você trará para sua própria carreira?

É claro que eu pretendo usar tudo sobre a minha performance de palco ao vivo com Joss para a minha própria carreira. Tudo sobre o que você observou e pode apreciar no palco era apenas eu sendo eu mesmo. Nada sobre o que estava no roteiro. Essa energia será canalizada para minhas performances ao vivo.

MI: E na sua infância, qual era o seu contato com a música? O que você ouvia e como isso te influencia hoje?

Desde criança eu cresci ouvindo todos os tipos de música. Gospel foi uma grande influência, porque eu cresci cantando na igreja, mas assim era com o R&B, Rock, Jazz, Blues e um pouco de Country. Meus pais procuravam variar. Minha mãe me apresentou a experiência da Motown e, especialmente, Michael Jackson, que foi o mais influente na minha vida musical. Ele era um artista e compositor realizado.

MI: Qual música te inspira?

Toda a música me inspira. Depende apenas de como essa música me faz sentir. Não importa o gênero … Só depende do sentimento que dá.

MI: E quais canções inspiram você:

– Lets Get It On (Marvin Gaye)

– Superstition ( Stevie Wonder)

– Billy Jean ( Michael Jackson)


Ellison ainda trabalha na produção de seu primeiro álbum que será lançado em breve!

Black Suit está a venda nas principais lojas digitais e online nos principais serviços de streaming.

spotify:album:76YYpr5Nom6hWqvzrIT8Fo

Sua página oficial no Facebook.

 

Tagged with: