Venham conhecer o “aymoréco” do Chay!

Você vai lembrar dele por diversos trabalhos maravilhosos e memoráveis. Quem não lembra do Ídolos [Record] e/ou da versão brasileira da novela Rebeldes? Quem nunca ouviu falar do programa Hora do Chay [MTV]?  Os evangélicos lembrarão dele em Milagres de Jesus [Record]… E depois disso tudo, ele veio em dois novelões globais: Império e Babilônia. Se vocês já sabem sobre quem estamos falando…

 

 

Roobertchay Domingues da Rocha Filho – ou simplesmente Chay Suede [Suede vem de uma homenagem ao filme Johnny Suede] – é ator, cantor, compositor, apresentador, galã, desejado e tudo o que ele quiser ser!

Mas esse post é dedicado ao seu novo trabalho musical: Aymoréco

 

Esse é um EP  em parceria com o músico paraense Manoel Cordeiro e do carioca Diogo Strausz. O ritmo é um gênero musical que surgiu no Pará e mistura choro com carimbó. São quatro faixas tão gostosas e bem elaboradas que dá vontade de deixar no loop eterno!  E quer saber, ficou FODA!

O espanhol arranhado do Chay na primeira faixa, É Uma Cilada deixa qualquer um em transe. Já em Índia Jennifer, ele traz a brasilidade em todos os acordes e letras, arriscou até um sotaque nortista. Hipopótamo nos faz balançar os ombros no início e depois se desenrola numa faixa tipo as que tocam nos bares de esquina mexicanos. Num final inusitado e doloroso, ele traz Água de Amor, e nos faz acreditar que ele está bem perto, dançando com a gente, com a boca encostada em nossas orelhas, cantarolando:

“…e a gente segue assim, nem pra você e nem pra mim.”

Fim.

Ao clicar aqui, vocês poderão escuta-lo.

 

 

 

 

 

 

 

  • Pingback: O Aymoréco dando as caras…()

  • ana

    não sabia sobre esse projeto dele e ouvi hoje, me joguei no google para saber mais. muito amor por esse ep, de dar risadinha pelas letras <3 Hahaha

    • santswill

      Bom, né Ana? Que bom que te ajudamos com essa descoberta! Beijo