15 Discos completando 15 anos em 2016

2001 foi um ótimo ano para a música. Foi em 2001 que Jennifer Lopez se consagrava como um dos maiores nomes da música pop, representando a mulher, negra, latina.

No mesmo ano a ascensão e o retorno triunfante ao topo de Kylie Minogue, surgia também os primeiros mega hits da carreira da explosiva P!nk. 2001 também marcava a estreia de Avenged Sevenfold e Gorillaz e ainda da dupla polêmica t.A.T.u.

Muita, mas muita coisa boa e importante aconteceu em 2001, aqui relembraremos quinze discos que marcaram época e de alguma forma marcaram a carreira dos nomes aqui citados, marcaram a música e principalmente a vida de muita gente.

j.lo – jennifer lopez

 

Ahh os tempos áureos da carreira de Jennifer Lopez…
Hoje um nome de respeito no meio musical, por vezes subestimada, a cantora, atriz, empresária, estilista, dançarina, modelo (ufa!), chegava em 2001 como seu segundo disco da carreira.

J.Lo tinha o carro-chefe Love Don’t Cost A Thing, hit até hoje lembrado por fãs da cantora. Debutando em primeiro lugar nos principais charts espalhados pelo mundo – incluindo EUA – o álbum se tornou o quarto disco mais vendido no mundo daquele ano.

sounding the seventh trumpet – avenged sevenfold

 

A banda americana Avenged Sevenfold ainda é demasiadamente desconhecida do grande público. Presença marcante em inúmeros festivais de música pelo mundo, a banda se consagrou como a maior revelação do gênero nos últimos 10 anos.

Mas para isso, seu pontapé inicial se deu em seu primeiro disco, de pouca relevância certamente, porém marca o início de uma das bandas mais promissoras do rock, que com certeza influenciou muitos jovens a tentar uma carreira no gênero.

gorillaz – gorillaz

 

Uma das bandas mais criativas e inovadoras das últimas duas décadas. Sem medo podemos afirmar com toda e maior certeza que, Gorillaz é definitivamente uma das maiores bandas de trip rock (estilo que mistura o indie-rock, o rock tradicional e o chamado “post rock”).

Gorillaz se tornou influente na música desde então, apresentando-se apenas de forma “virtual”, os britânicos criaram todo um conceito de performances, apresentações, turnês e tudo mais que envolve o processo criativo de criação e promoção de um disco.

room service – roxette

 

A Suécia exportou para mundo, ainda no final da década de 1980, para a música, um de seus primeiros nomes, Roxette.
A dupla composta por Marie Fredriksson e Per Gessle, ficou famosa por conquistar as rádios com suas canções românticas.

Após sete álbuns de sucesso (em dupla), e inúmeros hits pelo mundo, chegavam em 2001 com o Room Service. O disco também marca um triste e superado capítulo: um ano depois Marie descobria um câncer sério no cérebro que, segundo previsões dos médicos, ela não voltaria a cantar – se sobrevivesse.

Mas a doença foi superada e em 2011 eles lançavam o Charm School.

survivor – destiny’s child

 

Após desavenças em anos anteriores, o Destiny’s Child trocou suas integrantes e após a desistência de Farrah Franklin, decidiu se dar um tempo. Voltou em 2001 com aquela formação que viria ser definitiva: Michelle Williams, Kelly Rowland e é claro Beyoncé Knowles.

Segundo Beyoncé, ela mesma voltou ao estúdio e viria a compor “sozinha” os principais hits (que se tornaram verdadeiros clássicos). O nome do álbum e do principal hit, viria como uma resposta a críticas sobre a constante troca de integrantes do grupo, fazendo alusão ao programa americano “Survivor”.

Survivor, o disco, debutou em primeiro lugar nos EUA e em boa parte do mundo, contém os mega hits e hinos do poder feminino Survivor, Bootylicious (palavra que viria a integrar o dicionário americano) e Independent Woman.
Também em 2001, Destiny’s Child lançavam o disco natalino 8 Days Of Christimas.

200 Po vstrechnoy – t.a.t.u.

A dupla russa que conquistou adolescentes do mundo todo, t.A.T.u. virou um fenômeno sem precedentes.

Yulia Volkova e Lena Katina mostravam uma maturidade vocal impressionante, misturam elementos da música eletrônica e do rock, fazendo delas um dos nomes mais tocados nas rádios mundo afora. O nome da dupla, mais as cenas em seus vídeos, davam a impressão de que Yulia e Lena eram um casal, o que soava bastante moderno pra época.

História que foi completamente desmentida anos depois, quando foi exposta na mídia a realidade das meninas: constantes brigas e desentendimentos e todo esse relacionamento diante das câmeras e plateia, era forçado.

songs in a minor – alicia keys

 

E em 2001 debutava uma das maiores divas da música negra. Alicia Keys, após algumas tentativas frustradas em outras gravadoras, assinava um contrato com a J Records e sob a produção de Clive Davis -renomado produtor musical que já trabalhou com nomes como Aretha Franklin e Whitney Houston –  lançava assim seu primeiro disco.

Primeiro disco esse que se tornou um dos maiores clássicos da música R&B, alçou o nome de Alicia Keys ao primeiro escalão da música nos EUA. Pelo mesmo disco Alicia batia um recorde no Grammy: primeira mulher a ganhar mais prêmios em uma mesma noite, cinco ao total (Melhor Artista Revelação, Melhor Álbum de R&B, Música do Ano por Fallin’, Melhor Performance Vocal Feminina de R&B e Melhor Canção de R&B, os dois últimos também por Fallin’).

Leia mais em nosso especial sobre o disco aqui!

aaliyah – aaliyah

 

Um nome promissor e forte na música, da época, que teve seu sonho e sua carreira interrompida também em 2001.

Aaliyah era compositora, produtora, cantora, dançarina e modelo. Em julho de 2001, após estrelar dois filmes, a cantora lançava seu terceiro disco, auto intitulado, com produções de Timbaland e letras da própria Aaliyah com Static Major e Missy Elliott.

Foi na época da gravação do videoclipe do segundo single do disco, que Aaliyah ao voltar das Bahamas (um dos cenários do vídeo) era vítima de um acidente de avião. A aeronave em que a cantora e sua equipe estavam caiu, matando a todos. Após sua morte, o disco voltou ao topo das vendas nos EUA e manteve na lista dos mais vendidos por mais de três anos consecutivos!

toxicity – system of a down

 

System of A Down lançava em setembro de 2001, o segundo disco de sua carreira. Toxicity era lançado uma semana antes do dado dia 11 de setembro de 2001, atingindo o primeiro lugar em vendas nos EUA no dia fatídico.

O disco também foi responsável por consagrar a banda perante aos fãs de rock ao firmar nessa fase, sua mistura de inúmeros instrumentos musicais, antes inutilizáveis pelas bandas do gênero (como a cítara), com várias vertentes do rock e ainda elementos do Jazz e da música Folk Armênia.

glitter – mariah carey

 

Enquanto alguns nomes se consagravam em 2001, um outro grande nome ia em desencontro, ia ladeira abaixo em um “português mais claro”. Falamos de Mariah Carey, dona de mega hits e clássicos imortais, a cantora tentava em 2001 uma carreira no cinema.

Glitter, o filme, já dava indícios de que tudo estava dando errado. Sua estreia foi adiada em três semanas por conta da internação de última hora de Mariah Carey, hospitalizada por cansaço extremo – naquele episódio que todos conhecemos bem.

Ao ser lançado a película foi duramente criticada, estreou em 11º lugar entre as bilheterias daquele fim de semana. Glitter, o disco, foi lançado na pior data possível: 11/09/2001.

fever – kylie minogue

 

Sempre conceitual em seus trabalhos, sempre perfeita em suas turnês e sempre épica em seus hits, Kylie Minogue chegava em 2001 pronta pra ser o maior nome da música pop daquele ano.

Foi em 2001 ainda que a australiana lançava um dos maiores sucessos de sua carreira, Can’t Get You Out Of My Head, se tornando um dos maiores clássicos da música pop. Outro grande hit, Come Into My World, rendeu a Kylie seu primeiro e único Grammy – até agora.

invincible – michael jackson

 

Pra vocês terem uma ideia do tão grande e maravilhoso foi o ano de 2001, Michael Jackson, o maior nome da história da música pop, também lançava material inédito, embora o disco carregue algo triste: é o último lançado em vida pelo astro.

Na época um fracasso considerável, o disco ainda teve sua promoção interrompida por parte da Sony por conta de seu descontentamento com o desempenho comercial. Os custos estimados na produção do material foi de 30 milhões de dólares.

Hoje o disco é cultuado por amantes de música pop e pelo público em geral, há ainda uma versão do disco intitulada A Taste of Invincible, com apenas seis músicas que seriam os singles a serem promovidos por Michael, de tão limitada que é essa versão, hoje é artigo de colecionador e é muito raro de ser encontrado, há estimativas que uma cópia do disco esteja custando hoje, algo em torno de 900 dólares.

britney – britney spears

 

A princesinha do pop, antes tida como uma figura inocente, tímida e infantil, chegava em 2001 após passar por uma completa repaginada.

I’m Slave 4 U, primeiro single do disco (antes oferecida a Janet Jackson), virou um marco na carreira de Britney, pois transpareceu sua repaginada e sua intenção em abandonar sua imagem de jovem indefesa, “virgem santa” como alguns gostavam de dizer.

O disco ainda marcava para Britney e seus fãs um início de uma trajetória que marcaria época na música pop. Debutou em primeiro lugar nos EUA vendendo mais de 749 milhões de cópias em sua primeira semana.

laundry service – shakira

Outra que passava por uma grande repaginada em 2001 era a colombiana Shakira. Incentivada por Gloria Estefan a gravar músicas em inglês, Shakira aprendeu o idioma de forma que ela pudesse escrever suas próprias canções.

E foi em 2001 que Shakira deixava de ser apenas um grande nome da música na América Latina a um dos maiores nomes da música pop mundial. A América e o restante do mundo se rendia de vez a voz única, aos movimentos sexies em sua dança e principalmente a mistura única e eficaz de vários estilos musicais.

Whenever Wherever, o primeiro single do álbum liderou as paradas musicais em 29 países, junto de Underneath Your Clothes a música se tornou uma das 10 mais vendidas mundialmente no ano seguinte. Shakira também iniciava sua primeira grande turnê mundial, a Tour Off the Mongoose.

m!ssundaztood – p!nk

pink--missundaztood-1353082485-view-0

 

P!nk já havia lançado seu primeiro disco no ano anterior, porém nada ali funcionava de fato. Fracasso nas vendas, nenhum hit considerável e ainda não foi capaz de mostrar a verdadeira P!nk.

Foi em seu segundo disco, M!ssundaztood que a cantora mostrava pra que veio, no mesmo disco surgiam seus primeiros hits de nível mundial, fazendo de P!nk uma estrela de verdade.

O disco carregado de personalidade forte, ainda tinha contribuições de Linda Perry, Steven Tyler e Richie Sambora, ainda abordava temas pesados, e difíceis de tratar. Nascia nesse disco, o nome de mais personalidade na música pop atual.

 

  • RrpK

    Man, o primeiro nome pop exportado pela Suécia a nível global foi o ABBA em 1974.

    • Evandro Melo

      Corrigido!
      Obrigado pelo comentário… 😉

      • RrpK

        U’re welcome! Aliás, ótimo texto! Gostei demais 🙂